Skip to main content

Curo exibe o filme Crianças Invisíveis


 Com o intuito de ampliar as discussões acerca do assunto de maus tratos e abuso sexual na infância e adolescência, o projeto de extensão "O campo analítico institucional dos maus tratos e abuso sexual na infância e adolescência da Universidade Federal Fluminense do Campus de Rio das Ostras (Curo) promoverá no dia 6 de junho, às 16h, no auditório do Instituto de Humanidades e Saúde, o Cine Debate, com a apresentação do curta-metragem Crianças Invisíveis.
 
O evento,coordenado pela professora Sandra Chaves, contará com a presença da psicóloga Lucia Maria do Centro de Reabilitação de Rio das Ostras que atua no campo da  infância e adolescência.
 
O filme dirigido por Ridley Scott, Spike Lee , John Woo e Katia Lund, aborda a pobreza, Aids, guerra e outros aspectos de uma infância perdida e desiludida estão no filme Crianças Invisíveis. O projeto, que contou com apoio da Unicef, é composto por sete curtas-metragens comandados por diferentes diretores que trabalharam solidária e gratuitamente. A proposta é que cada cineasta mostrasse algo sobre o local onde viviam para despertar o olhar do público para o futuro marginalizado que atormenta toda as nações do mundo. 

O episódio brasileiro foi dirigido por Kátia Lund, de Cidade de Deus. Ambientado na cidade de São Paulo, seu filme mostra a trajetória dos irmãos catadores de alumínio João e Bilu, que passam o início da vida trabalhando com uma carroça na cidade de São Paulo. Parte da produção conta também com o toque do famoso Ridley Scott, de Gladiar, Cruzada e outros sucessos da tela grande. Há ainda curtas filmados na África, Inglaterra e Itália, entre outros.
 
 As inscrições serão através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdvPMKTbp6LXTPJ-aV19XgKj5W9oZtcqhH9hZtunqdOagRR8A/viewform?usp=sf_link
 
O Curo fica na Rua Recife, s/n, Jardim Bela Vista.

AnexoTamanho
criancasinvisiveis imagem.jpg35.79 KB